Translate

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Dia internacional sem carro, Piada de mal gosto


Hoje é o dia internacional sem carro. Eu fico impressionado com os invencionismo dessas pessoas que não tem o que fazer e por conta disso criam projetos demagógicos tentando serem de certa forma os portadores da moral e dos bons costumes e porque não dizer também se acharem lutadores por “um mundo melhor”. O intuito desse dia é para que todos aqueles que usam automóveis para se locomoverem confortavelmente para seus campos de trabalho deixem o mesmo em casa e vá para o trabalho a pé, de bicicleta, de metrô ou de ônibus. Não se precisa ser nenhum catedrático para se saber que tal medida a nível de terra Brasilis é algo completamente incompatível, eu posso dizer isso com todo o direito porque nunca fui trabalhar de carro, pego ônibus e já peguei até trem e metrô todo o dia e sei como isso é dureza. Sei das dificuldades dos transportes públicos, sei que não há nenhum, conforto em ônibus, não se consegue nem ler um livro nos raros momentos que conseguimos um banco apertado que mal cabem as pernas para sentarmos, a “desconfortabilidade” é tamanha que o chacoalhamento do carro é insuportável atrapalhando qualquer tipo de leitura, o barulho do motor é insuportável que mesmo com fone de ouvido você escuta todo o barulho ambiente proporcionando assim uma viagem desagradável e sem noção. Os trens e metrôs são a mesma coisa, a falta de conforto é o que rege a viagem. Sabemos que antes de exigir que alguém deixe o carro em casa para sair com transportes públicos pra trabalhar que pelo menos tenha um transporte publico decente. Eu não tenho carro, se caso tivesse, o cacete que eu iria deixar o carro em casa hoje pra ir trabalhar de ônibus.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Nomys - A loja


 A   Loja

Tempos de criança ninguem esquece. Ninguem esquece das horas infindaveis jogando bola, correndo atrás de pipa e principalmente de dias inteiro jogando botão (Hoje conhecido garbosamente como futebol de mesa). Talvez eu seja melancolico demais falando que ninguem  se esquece dos tempos de criança, mas eu acho que alguns adultos hoje se esqucecem sim ou fingem se esquecerem e com isso tornan-se adultos chatos, irritantes e profundamente desagradaveis. Eu infelizmente tenho um monte de amigos que se tornaram  assim depois de adultos de ser torarem "hominhos". Eu prefiro morrer do que me tornar um velho desegradavel resmungão e acumulador de bens materiais. Que falta faz os velhos tempos que se foram para muitos, talvez se guardassem com carinho essas recordação se tornassem adultos mais felizes.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Cada dia

cada dia que se  passa é uma experiencia nova em todos os sentidos da vida. Essa frase parece ja tão conhecida por todos e tão falada a todo o momento que parece que não faz o menor sentido mas, se refletirmos muito sobre ela e  pararmos para analisar um pouco poderemos tirar tantas coisas uteis  e profundamente  significativa pra gente desse frase. Na maioria do  tempo não notamos as coisas que acontecem ao nosso redor,  as vezes quando vamos notar ja é tarde demais e a oportunidade ou o momento propicio ja passou, sim passou para termos outro na frente e se formos sensiveis o suficiente para notá-lo e  usufruir do momento. Cada dia que passa é uma experiencia nova em todos os sentidos para todos. 

domingo, 24 de julho de 2011

Amy Winehouse is dead

A cantora Amy Winehouse foi encontrada morta em seu apartamente em Londres , termina assim sua saga na luta contra o vicio das drogas, na verdade nem sei se ela realmente lutava contra o vício. A verdade é que o mundo musical perde uma grande voz e um enorme talento. Apesar de eu não ser fã da cantora sei muito bem apreciar uma bela voz quando ouço, e ela tinha esse talento em demasia. Vi noticiários na TV em que matérias falavam um pouco de sua vida, suas conquistas e carreira, o estranho é que em algumas matérias falavam que ela era um tanto quanto feia (!), o que discordo muito, tudo bem que ela era extremamente magra com pernas de grilo, e um tanto desajeitada em palco mas isso não encobria seu grande talento, ela era bonita sim, mas sua musica ia alem da beleza física. Mas um astro da música que morre aos 27 anos

sexta-feira, 15 de julho de 2011

O poder da língua

Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso. Algum tempo depois, descobriram que o rapaz era inocente, ele foi solto, e, após muita humilhação resolveu processar seu vizinho (o caluniador).
No tribunal, o caluniador disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal... e o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel, depois pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa e amanhã volte para ouvir a sentença!
O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse:
- Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!
- Não posso fazer isso, meritíssimo! - respondeu o homem - o vento deve tê-los espalhados por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!
Ao que o juiz respondeu:
- Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos consertar o mal causado; se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.
No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é, e outras que vão te odiar pelo mesmo motivo. Acostume-se...
Quem ama não vê defeitos... quem odeia não vê qualidades e, quem é amigo, vê as duas coisas!!!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Cadê as postagens?

Olá amigos internautas, como podem notar eu estou demorando um pouco para postar minhas coisas no blog, na verdade não se trata de falta de tempo ja que eu estou quase todos os dias na internet  vendo os sites e blogs dos amigos e tambem tendo minhas incursões no ORKUT, que cá entre nos ja deu o que tinha de dar. O meu problema com postagens é que normalmente o meu forte são minhas HQ´s  e ja faz um bom tempo que eu não posto nenhuma delas, na verdade eu tenho muitas para postar o meu problema é que no atual momento estou sem um escaner e isso está meu complicando, mas até eu resolver esse probleminha vou continuar postando poesias dos amigos, alguns pensamentos, coisas que escrevo (embora não tenha inspiração poética suficiente para isso) e assim seguimos.

domingo, 26 de junho de 2011

Um Poema by Cecilia Fidelli


Só envelhecemos, quando vemos na vida,
apenas sofrimentos muito grandes.
Quando ignoramos que só o tempo
é o remédio mais eficaz pra todos os males.
Só envelhecemos, quando só temos lágrimas
e não sorrisos para oferecer.
Quando não aprendemos a ser compreensivos.
Só envelhecemos, quando trocamos a paz íntima,
pela insatisfação total e preservamos a vaidade.
Quando estamos morrendo pensando
em prestar contas e em acertar contas.
Só envelhecemos, quando temos pensamentos
mórbidos de fracasso$ e não reconhecemos
que sair derrotado da vida,
é não termos perdoado alguém,
ou não soubemos pedir perdão.
Só envelhecemos, quando não temos
consciência de que nada trouxemos ao
mundo quando chegamos, que nada
nos pertence, nada, e que é assim
que mais dia, menos dia vamos deixá-lo.
Só envelhecemos quando juntamos
apenas referências da juventude
mas não conservamos nosso espírito jovem.
Só envelhecemos, se não nos conduzirmos
por estradas que nos transformem
para melhor.
Só envelhecemos, quando não achamos mais graça
em jogar conversa fora, em catar conchinhas
na beira da praia, quando não consultamos mais
as crianças, sobre as ingenuidades da vida.
Só envelhecemos, quando nos sentimos
literalmente velhos.
Quando olhamos no espelho e só vemos beleza,
nas mãos de um cirurgião plástico.
E isso, certamente, nem depende de idade.
Só envelhecemos quando colocamos a mente
em lugar errado, em hora errada.
E ainda, só envelhecemos,
quando não esperamos mais pelo amanhã.
(Cecília Fidelli) 

quinta-feira, 16 de junho de 2011

O Grilo



O grilo

Que coisa mais esquisita vou contar
Um amigo me chamou, para ouvir um grilo cantar
Naquele velho deposito de um mercado ao qual trabalhamos
Era raro ver um grilo cantando
Meu amigo alegre no trabalho vai me chamar, para ouvir um grilo cantar
Achei estranho o convite, mas aceitei prontamente
Afinal, não era freqüente alguém me convidar
Para ouvir um grilo cantar.
Falou-me melancolicamente, da onda freqüente
De o mundo desmatar.
Destruição das florestas, moradas dos animais, reino natural
Dos bichos e grilos.

Que coisa mais esquisita vou contar
Um amigo me chamou, para ouvir um grilo cantar
Falei-lhe que em minha infância
No bairro onde ainda moro, no tempo em que era simplório
Havia lagoas, rãs e sapos
E eu me divertia ao dormir, ouvindo os sapos cantarem
Hoje naquele velho deposito de um mercado ao qual trabalhamos
Ouvimos o triste soluçar
De um grilo cantar.

(Laercon Blues Man) 

terça-feira, 14 de junho de 2011

Inspiração

Eu não sou poéta, do mesmo modo que não sou um “artista dos quadrinhos”, eu posso dizer que estou apenas no meio dos que gostam de fazer essas duas atividades, porem sem nenhum esquema acadêmico por trás. Eu posso estar até errado, mas acho que ninguém aprende arte nas escolas, as escolas podem até aperfeiçoar o que o artista já tem como inspiração o resto é somente inspiração mesmo, e é assim que eu sempre hajo, na base da inspiração.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Poema de uma canção dos anos setenta

Só o amor constrói
Autores: Dom e Domingos Leoni

Eu quero ver, minha gente eu quero ver,
Um povo todo pelos seus caminhos se encontrar
Eu quero ver, minha gente eu quero ver,
Você e eu, e toda nossa gente se abraçar
Eu quero te abraçar
Eu quero ver, minha gente eu quero ver,
Passando na calçada ver crianças a brincar
Eu quero ver, minha gente eu quero ver,
Nos campos e cidades a alegria quero encontrar
Eu quero encontrar
Não quero ver, não, não quero ver
O choro atrás dos rastros que você deixar,
O conflito dominar, as novas gerações,
O desamor e a tristeza em tantos corações
Só o amor constrói
Por favor plante uma flor
Prá florir nosso país,
Quem destrói a paz
Não verá jamais
Um irmão feliz

segunda-feira, 16 de maio de 2011

domingo, 15 de maio de 2011

O tempo passa mesmo.

O tempo passa que a gente nem percebe as coisas que ficam nas  curvas do caminho, ja dizia os antigos que os tempo está passando rápido demais, tão rapido que muitas coisas que a gente pensava em fazer termina não fazendo e isso nos causa certa frustração.  As vezes observamos um rápido sucesso de pessoas que talvez tenham a  mesma capacidade sua  e f icamos a pensar o que foi que deu de errado com a gente, onde nós erramos. São perguntas tão dificeis de responder...

terça-feira, 10 de maio de 2011

Video game mostra como é dificil ser mulher



Numa vibe sad but true, a estudande de animação Stéphanie Mercier criou o curta “Girls Suck at Videogame”, ou em sua língua nativa, “Les Filles Sont Nulles Aux Jeux”, que é algo como “garotas são nota zero nos games”.
Cursando a Escola Gobelins de Paris, a moça de 23 anos expôs, nestes dois minutos de vídeo inspirados em Mario Bros e cia., como é difícil ser mulher e conseguiu simplificar e exemplificar muito bem a correria de uma executiva tentando se equiparar profissionalmente aos homens:

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Rua ramalhete





Uma das mais belas MPB dos nossos tempos, coisa rara e letra mágica, coisa que não se vê mais hoje em dia.

sábado, 7 de maio de 2011

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Bin Laden is dead!

Foi anunciando ontem a morte do superterrorista Osama Bin Laden. Esse sujeito foi morto por uma força especial do exercito americano em seu esconderijo, ali mesmo proximo ao seu país. Jamais um ser humano comum irá concordar com o que ele fez, pois foi responsavel pela morte imediata de mais de 3.000 pessoas naquele atentado historico, só que pensar que com a morte dele acabam todos os tipos de terrorismos, homens  bombas e fanáticos de toda sorte é um ledo engano. A morte de Bin Laden é somente uma especie de vingança pessoal que satisfaz o ego americano.

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Casamento real

Hoje é dia de um pomposo casamento real na Inglaterra. É impressionante como o ser humano ainda se deixa levar por tanta idolatria sem o menor  sentido. Que sejam felizes no casamento, não só eles, mas todo o humano "normal" que se casar,

Nomys - Drink III

sábado, 23 de abril de 2011

Páscoa

A comemoração da pascoa coincidiu com um feriadão bem esticado, Apesar dos contexto religioso a pascoa é momento de chocolates. Boa pascoa para todos.

terça-feira, 19 de abril de 2011

19 de Abril, dia do Indio




Hoje é dia 19 de Abril. Essa data no meu tempo de escola primária comemorávamos o dia do indio, hoje já nem se fala nisso, ninguem se lembra. Eu me lembro dos trabalhos de escola que as professoras mandavam a  gente pesquisar coisas sobre os nossos indios, naquele tempo não tinhamos internet e procuravamos o que precisavanos nos livros mesmo.
Mundando o foco agora para a situação atual do indio só temos a lamentar, se nos primordios da conquista das terras Brasilis jã não o respeitávamos e até os escravisamos por um periodo hoje a falta de respeito perpetua a todo vapor. Os orgãos criados para sua "proteção"  tornaram-se um antro de corrupção e venda de terras indigenas para fazendeiros corrutos e gringos setentos por terras boa num paraiso tropical. Na verdade o indio nem precisaria de proteção e um orgão para que cuidassem deles, imagino que se houvesse ao menos respeito ja seria o suficiente. Hoje só temos o dia 19 de Abril

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Carta Para Afras - Last line


Tudo na vida tem seus momentos bons e ruins, o importante é sabermos que nada dura para sempre nesse mundo em que vivemos, nem as coisas boas nem as coisas ruins. 
Quando solucionamos um problemas é bom se preparar para outro que vem.


quarta-feira, 13 de abril de 2011

Meu capitão


Meu capitão

Soldados de batalhas infindáveis
Homens bravos de tempos de outrora
Hoje jazem em túmulos semi-eternos
Se preparando para outra volta
Eu fiz parte dessa tropa
Comandei, lutei e morri
Venci batalhas e perdi outras mil
Vi meu sangue e de meus comandados
Molhar a terra a qual nosso corpo carnal voltaria.

Por vontade superior, aliado a um desconhecido merecimento
Renasci primeiro que meus companheiros de caserna, com a missão de enfrentar as batalhas do mundo em que vivo hoje.

Mas, no fundo do meu EU
Estranhas recordações palpitam
Promessas que o véu do esquecimento veio cobrir.
Estranha sensação.

Abrem-se as cortinas do mundo que desconhecemos, desdobramento eu digo.
Vejo meus amigos, fisionomias tristes e cadavéricas, ainda cumprindo uma dura missão.
Mente  ofuscada estou.
Distribuo fardamentos e promessas para uma nova batalha de crescimento.
Continência e seriedade.
Mesmo la, alguns ainda não aprenderam, diante da indisciplina afirmo:
Quem eu sou?
Meu capitão! Um responde.

(Laerçon J. Santos)




sábado, 9 de abril de 2011

Tragédio no Rio

Minha função “artística” (posso colocar o artística entre aspas porque nem sei se sou um), sempre foi o humor a alegria e a reflexão ponderada, tanto é que dificilmente coloco temas desagradáveis e triste no blog, mas tem coisas que não da pra deixar passar batido.
Essa tragédia proporcionada por esse psicopata no Rio de Janeiro foi uma das coisas mais aterradoras que se tem noticias já acontecido aqui em nossa terrinha, afinal não estamos acostumados com pessoas invadindo locais e matando pessoas como se estivesse brincando em um vídeo game. Isso é o tipo de coisa que se fosse nos EUA nós aqui até de certo modo torceríamos o nariz, afinal de conta isso é quase normal por la, As mazelas brasileiras são outras.
Esse caso bizarro triste e de proporção irreversível veio para que possamos refletir em cima de fatos reais e pensar uma forma de como lutar contra esse tipo de  coisa, como não deixar uma pessoa chegar numa situação dessa. A carta deixada por essa criatura indizível fala de castas e de puritanismo como se ele compreendesse alguma coisa nesse sentido, o ato insano que ele cometeu joga por terra qualquer sentimento “religioso” que ele pudesse ter. Eu pessoalmente não acredito que exista o inferno, mas se existisse gostaria que esse cara ardesse la para sempre.
(Laercon Blues man)



Realengo - Rio - Brasil - 2011

Costumes selvagens,
como se pretendessem vingar-se...
falanges do mal em sintonia.

Como detê-los?
Missionários do sangue...
Atiram pra todo lado.

Por desprezo, por indiferença?
Impulsos que ultrajam,
nos deixam indignados.

Muitos corações contra maus procedimentos,
cobrando justiça, daqueles que violam
as eternas leis do amor.

Metas a serem atingidas:
- Afastar ódios,
nos aproximarmos de Deus.

Cecília Fidelli