Translate

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Nossa praia... (By Cecilia Fidelli)


A gente ia de trem,

calça jeans e camiseta.

Mochila nas costas

com as toalhas de banho e só.
Na memória,
vestígios de tempos idos.
Hoje, a violência
passeia livremente
pela nossa areia de paz.
Só trens de carga
e a selvageria
a céu aberto.
Acompanhamos os acontecimentos,
saturados, onde quer que estejamos,
em tempo real, camuflando
a vergonha, em redes sociais.


(Cecília Fidelli)

O Pato De Botas - Política humana

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Nomys - Tristis

Carta Para Afras - Amor



Eu como sou um "gaitamaníaco" contumaz posso afirmar isso. Nós que curtimos blues, country, folk musicas populares onde a gaita é a principal atração hoje nos sentimos feliz em saber que esse instrumento que durante muito tempo  foi  considerado como "brinquedinho de criança" hoje ja está num patamar de destaque entre os instrumentos musicais.
Não existe nada mais harmonico e melodioso do que o som de uma gaita em uma canção qualquer.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Zé boy, o personagem

Zé Boy -  fila


Zé Boy - O personagem
Diante de uma trupe onde reúnem punks e alguns outros personagens revoltosos tinha que ter um que fosse um meio termo nisso tudo, surge assim o Zé boy.

Esse personagem foi criado logo no inicio quando as primeiras tiras Carta para afras apareceram. Zé boy é o tipo de personagem que se encontra em qualquer lugar da sociedade, um sujeito metido, orgulhoso, as vezes covarde outras vezes corajoso. Sempre ligado a tudo de mais modernos sempre se acha na vanguarda de tudo. Apesar de seu jeito de playboy se da muito bem com os demais personagens e chega até a andar com eles nas mais variadas aventuras.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O Pato De Botas - Faz parte


Moto serra

Pobres das árvores
Que perderam seus tronos,
Seus galhos.
Caem, mas, por desaforos,
Multiplicam-se silenciosas
Com suas delicadas sementes.
É nessa questão de instantes, que se arrancam sorrisos.

(Cecília Fidelli)

O Pato De Botas - Esperança

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Nomys, o Personagem (Muito difícil)

Nomys - Muito  dificil

Nomys, o personagem

O personagem Nomys foi criado pela necessidade que eu tinha de expor minhas idéias mais sérias sem que com isso fosse precisos fazer historinhas filosóficas que se tornaram tão populares nos fanzines dos anos oitenta ate os anos noventa. As historias do Nomys se baseavam em muitas introspecções que eu tinha e a forma de passá-la para o quadrinho tinha que ser baseada num personagem que não tivesse nada a ver com os outros que eu já havia criado, foi assim que nasce Nomys esse ser singelo que vê poema e parecer em tudo o que se forma a sua frente. Esse personagem fez com que eu quadrinizasse vários poemas da Poetisa Cecília Fidelli e de outros amigos que faziam também poemas.
O mundo de Nomys é o mesmo mundo triste e polemico  o qual vivemos com o agravante que Nomys pode vivenciar dolosamente cada minuto e cada segundo desses mesmos momentos em diversos período da historia, entrando e saindo em cada vácuo de tempo num incessante vai e vem de emoções e pensamentos afins.

Nomys, o personagem, faz parte de um contexto temporal em que a felicidade e a alegria estão tão pertos uma da outra que chegam a se confundir, em dado momento seu olhar tristonho vaga no tempo a procura de uma resposta a todas as suas inquietações.

O Pato De Botas - Alma Harmônica

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Carta Para Afras - VALORES


Essa historia foi inspirada em algo que me aconteceu, ja a muito tempo  sabemos que as coisas por aqui nesse país são  bem esquisitinhas mesmo. Se compramos um guarda-chuva em dias de chuva o preço dele sempre é mais alto, se compramos roupas de frio no inverno, pode se esperar o preço lá em cima, mesmo que o produto não valha tanto, e esse estranho fenômeno de mesquinhês acontece também nas epocas de calor que ao comprarmos uma garrafa de água na rua o preço sempre é mais alto do que os dos dias normais. As coisas por aqui continuam na mesmo , um país onde a maioria sempre quer levar vantagem em tudo. 

O Pato De Botas - Filosofia Seixiana

O Pato De Botas - Gafe?

O Pato De Botas - Gonça


O Pato De Botas - Nada!