Translate

segunda-feira, 16 de abril de 2012

O dia do Touro



Triste constatação dos dias atuais em que o ser humano com sua supremacia ainda brinca de vida e morte com animais, reflexos de uma raça que ainda requer muito tempo para evoluir moralmente 


O dia do touro

A multidão delirava
As moças desmaiavam de emoção
Os homens pasmavam
Eu apenas observava
O touro vinha... Touro furioso!
Mas o toureiro era valente
Olé! – delirava o povo
As moças suspiravam
Chapéus voavam
O touro era valente
O toureiro também
Eu apenas observava
O orgulho na face do toureiro
A fúria na cara do touro
Caçador e caçado
Eu apenas observava
Olé! – gritavam em coro
Aí em  segundos
Um castelo se desfaz
O touro foi mais rápido
Foi mais rápido outra vez
Cai o toureiro
Fica o touro
Sangue na arena
Pavor no público
O chifre do touro, vermelho de sangue
O corpo do toureiro, vermelho de morte
Foi o dia do caçado
Foi o dia do touro
Eu apenas observava
Olé!...
(Laerçon J. Santos 31.08.85)

Um comentário:

Laerçon Blues Man disse...

Eu havia colocado esse texto poético tão atual no meu antigo blog, resolvi resgata-lo novamente somente para pontificar mais uma aterradora brincadeira dos seres "humanos"!