Translate

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Escrever

As vezes sinto uma vontade danada de escrever alguma coisa mesmo não tendo motivo nem razão para tal. Acho que isso se deve aquela nescessidade que temos na alma de sempre estar falando alguma coisa para nós mesmos, uma coisa estranha como se fosse uma voz que não calasse, a nosso propria voz interior nos dizendo coisas que em nosso estado normal não tivemos condições de ouvir ou entender.
Essa estranha nescessidade de colocar as coisas em textos, talvez seja um registro real do momento que estamos vivendo e tendo nas linhas e entrelinhas assuntos e emoções diversas a narrar, mesmo que poucos entendam o que se passa realmente.
Como os poetas que narravam suas sagas e amores em sonetos e poemas, procuramos fazer quem sabe da mesma forma essa mesma narrativa, no entanto sem tanto glamour, mas tendo tudo um peso certo de emoçao e sinceridade, e assim que somos.

Um comentário:

A wild Garden disse...

Sempre atenda esta orientação para escrever! É reconfortante!