Translate

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Reflexão

Quando chegamos nessa época de final de ano sempre tem aquele papo de que devemos refletir sobre o que fizemos durante o ano que está acabando, até aí tudo bem, mas vale ressaltar também que o que está feito já está feito e o efeito bom ou ruim disse se ja não aconteceu durante o ano vai se refletir em algum momento. Por isso acho que se não temos muito de bom o que pensar o que foi feito, o jeito é começar o ano fazendo coisas boas. Quando digo fazer coisas boas não significa dar um de Madre Tereza ou Irmã Dulce, porque sabemos que a maioria do pessoal está bem longe disso, quando fazemos coisa boa por mais simples que seja ha sempre uma repercussão do que fizemos, seja no que foi beneficiado ou em nós mesmos. Quem sabe ser compreensivo e ter um pouco mais de paciência com as pessoas e com nos mesmos não ajude bastante nesse sentido?
Esperamos que o ano de 2014 seja bom em todos os sentidos do bem para que tenhamos com isso uma sociedade mais voltada ao caminho do bem estar e respeito com as pessoas.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

FELIZ NATAL

Apesar de todo o apelo da mídia que transforma o natal em mais um dia de gastanças do que ressaltar o seu verdadeiro significado, o NATAL ainda continua sento o dia mais importante das comemorações mundiais. FELIZ NATAL A TODOS!

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Tradição esquecida

Hoje é sexta-feira 13 e parece que tudo passa bem batido. A algum tempo atrás havia toda aquela magia de gato preto cruzando a rua, de passar em baixo de escadas e tudo mais, hoje isso de nada significa, ninguém nem comenta, e se ha um comentário é bem pouco.
Como disse um amigo meu o imediatismo dos dias faz as tradições sumirem, e acho que é isso mesmo que esta acontecendo.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Forças Cosmicas


Eu aprendi a acreditar no poder que tem as forças Cósmica do universo, e tudo de misterioso que habita o espaço profundo. Sei que de tudo o que essas forças pode nos proporcionar ainda é desconhecida pela grande maioria dos habitantes do nosso planeta. Sei que o fluido universal que é o principio de tudo, envolve todas as forças, direciona pensamentos transformando-os em energia viva  sinalizando futuros criando coisas e formando mundos. 
Não estamos ainda preparados para moldar tudo isso naquilo que realmente precisamos, mas existe a força maior que está em tudo isso e que é primordial para sua manutenção, essa força é o amor, sem o amor não é possível fazer toda essa movimentação. Somos pequenos diante da grandiosidade de tudo isso, mas com o nosso pensamento podemos fazer coisas incríveis e movimentar as forças cósmicas a nosso favor.

domingo, 17 de novembro de 2013

Final de ano

Já começa toda a movimentação para as festas de fim de ano. Parece que cada ano que passa tudo se torna mais rápido, o apelo da mídia é incessante e tudo se torna obvio e as vezes sem aquela dose de sentimento que deveria se ter pelo menos nessa época. Sei que posso até parecer romântico demais nessa afirmativa mas é que as coisas acontecem de um modo como se tudo fosse apenas propaganda, algo que realmente não mexe mais com os sentimentos das pessoas. Parece que aquelas festas de famílias, com todos reunidos, onde muitas vezes o brilho e as cores dos presentes tem mais a ver do que o próprio presente se tornou uma mera formalidade de fim de ano. Não estou culpando a família por ter tornado tudo isso um pouco pastoso e obvio, sei que nos tempos atuais terminamos nos ajustando as coisas como elas são, somos hoje como autômatos, fazemos somente parte de uma coisa grande que nem nos mesmos muitas vezes sabemos o que é. As propagandas na mídia começam a bombardear a todos três meses antes do fim de ano numa massificação total, num jogo de empurra isso empurra aquilo e vamos que vamos. Monta-se programas de fim de ano na TV como se tudo fosse maravilhosamente belo e com isso tentam passar um arremedo de espirito cristão na festividade. Eu posso até estar errado, mas vejo que há muitas coisas estranhas no ar, algo que um dia todos nos tomaremos ciência do que realmente esta havendo, enquanto não sabemos vamos prosseguindo juntos apenas observando, e tentando entender.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

A morte da Poeta


Atravessar para o outro lado
Poeticamente falando é lindo
É poesia, é sentimento
Mas, a realidade nos deixa triste
A passagem, apesar de necessária
Nos deixa com o coração em frangalhos.
O  que ficou causa emoção
O que foi deixa saudades
Vai a poeta
Fica a poesia

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Pessoas

As pessoas são tão diferentes umas das outras que chega a causar espanto. Quando pensamos que as conhecemos percebemos depois que estávamos redondamente enganados.
Muitas vezes, a bem da verdade, é nos mesmo que terminamos traçando um perfil da pessoa que conhecemos mas o que colocamos em nossa mente não é nada daquilo que termina se revelando depois.
Sabemos que o ser humano é variável mesmo, não é possível que sejamos todos iguais, mas o desvio de caráter talvez seja o que mais pesa em meio a tudo isso.
A harmonia entre pessoas no meio social e principalmente nos trabalhos onde passamos a maior parte do tempo poderia ser bem melhor se não fosse esse tipo de atitude, porem esperar milagres de seres humanos é uma coisa completamente fora da realidade, e sabemos também que milagres não existem.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sorrir no Presente

Recordações.
É tudo que se tem.
Tempos que se foram, coisas boas, outras ruins!
Mas reclamar do quê, se só tínhamos tempo de ver as coisas boas da vida?
Um dia alguém disse: A vida é bela. E é mesmo, a gente que quando cresce arruma formas de "enfeiar" a vida.
Viver de passado não é bom, mas ter um bom passado é primordial para se sorrir no presente...
Pelo menos isso né?


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Não adiantou nada

Não adiantou nada
Não adiantou eu clamar por nada
A tristeza baixou como um manto fúnebre
E eu sou o morto
Num canto só, uma nuvem de pensamentos se forma, e em seu ser mais angustias se aglomeram.
Aquele sorriso nunca ira desfazer-se
Aquele rosto, passe o tempo que passar
Nunca há de mudar.
Não adiantou eu clamar por nada
Ninguém me ouve
Ninguém me ouviu
Ninguém me ouvirá.
(Laerçon J. Santos 27/10/1985)



sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Duas Torres

Refletir o quê, diante da insanidade de alguns?
Algoz e Vitima
Vítima e algoz
Um substituí o outro
Numa orgia insana
Brindam com taças de sangue 
suas vitorias
No campo da imoralidade.
As mentiras se tornam verdades
Enquanto o mundo aplaude em rede nacional um falso deus
Refletir o quê, diante da insanidade de alguns?

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Nomys - Religiosidade

Religião é muito importante na vida de cada um de nós, não importa qual seja, desde que seja pontuada por muito respeito. O caminho sabemos que é um só, DEUS.
A  religiosidade, e não a religião é mais importante, ela nos leva bem mais alem do que imaginamos. 

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Velho...um dia você vai ser um

Perto de onde moro existe um asilo
Onde idosos são depositados
Pelos filhos
Pelos netos
Pelas netas
Quando passo por ele
Vejo cadeiras de rodas
Com velhos anciãos
Tomando banho de sol.
Olhar triste fixando o nada
Como se pedissem socorro em silencio
Não compreendo como humanos
Abandonam outros humanos, do seu próprio sangue, como se fossem lixos.
Abandonam
Não visitam
Esquecem...
Sob o olhar cansado do idoso
A morte desdenha
e não vem logo
Prolongando a pena.
Pobres velhos que observo no asilo
Ficam la para morrer, porque depois do asilo
Não existe mais nada.

domingo, 25 de agosto de 2013

O porteiro do invisível


No meu Portão tem um homem
Um ser que não conheço
Que trabalha como porteiro
Que autoriza ou não autoriza
A entrada de outros seres
Outros seres que vem de longe
Trazendo tristezas ou alegrias
Procurando paz e harmonia
Ou para matar saudades eternas
De alguém que o tempo não esqueceu
Esse porteiro do meu portão
É eterno e incansável
É um presente de Deus
Nessa minha nova missão


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Posse

Como fui o primeiro
Era, minha mãe.
Quando vieram os outros,
Também era, minha mãe.
Minha mãe minha
e minha mãe dos meus irmãos.
Sempre foi minha mãe
Como era meu pai
Meu pai e minha mãe
Minha mãe minha
Meu pai meu.
E minha mãe e meu pai
dos meus irmãos.

sábado, 3 de agosto de 2013

Tronco man, o cara!

O que seria um tronco man? Ora meu amigo, um tronco man é um tronco man, ou seja, um HOMEM TRONCO!!! Vê-se que não se trata de uma arvore cortada, Mas sim de um homem semi-cortado, um  cara que só tem da cintura pra cima, e se locomove por aí em cima de um carrinho esquisito semelhante a um skate, Coitado! - alguém diria -, mas isso não é motivo de dó não, eles estão por aí em todos os lugares, eu vejo vários por onde ando ao caminho do serviço e tem um tão famosinho no Rio de Janeiro que até já participou de um vídeo clipe de uma dessas bandas populares. O que quero dizer é que o Tronco man, apesar de suas limitações físicas é uma pessoa, e circula entre nós sobrevivendo nesse mundo que nos cercas, tendo suas opiniões a respeito de tudo, tendo o que dizer do que pensam a respeito deles e tudo mais, enfim, o tronco man em sua conversa com o nosso Pato de botas, tenda de uma maneira bem humorada colocar os pingos nos “is” de muita hipocrisia que vemos por aí.
Longe de ser uma gozação, essa saga serve um pouco para se refletir, embora para muitos e para mim também, tem uma dose de humor negro.



terça-feira, 30 de julho de 2013

dissintonia

Hoje é um dia daqueles
Que começa estranho
Com coisas automatizadas
Com mensagens erradas
Hoje é um dia daqueles
Que parece querermos tudo
Mas não queremos nada
Um estranho incomodo
Que vem não sei de onde
Liga o som
Põe cd
Tira cd
Não ouve isso, não quer ouvir aquilo.
Fica em pé parado...
O dia começou muito estranho.
Tomara que não termine assim.

The Paraibanos de Subúrbio - Punk no Divã 5


sexta-feira, 26 de julho de 2013

The Paraibanos de Subúrbio - Punk no Divã

THE PARAIBANOS DE SUBÚRBIO

Os quadrinhos sempre tiveram o poder de interferir no mundo real, por esse motivo temos uma gana enorme de personagens que faz de suas vidas de papel um pouco da nossa historia, e como o mundo desenhado tem tudo a ver com o mundo real mais uma vez um dos meus personagens vai passar por um divã perante um analista que tenta ouvir, argumentar e resolver alguma coisa de sua conturbada vida de PUNK. Punk no Divã é mais uma sátira com o nosso cotidiano de cidade grande, onde muitas vezes pensamos que somos de vanguarda, mas quando olhamos para trás não somos nada disso pelo simples fato das coisas se transformarem de uma maneira tão rápida que mal nos damos conta. Tudo bem que talvez isso não fosse um motivo de procurar um analista, mas como no nosso mundo vale de tudo isso é apenas um detalhe.

sábado, 20 de julho de 2013

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Carta Para Afras - Sereia 10

A musica sempre fez parte da historia da humanidade, ouvir talvez,  o canto de uma Sereia fosse algo fenomenal e talvez até valesse a pena se atirar ao mar  após ouvi-lo...Ou não!?