Translate

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Medo

Sempre iremos viver com os nossos medos, sempre teremos medos, acho que isso já é a sina dos humanos. O medo que falo nem são aqueles medos comuns de ser roubado, de bater o carro ou coisas do tipo, existe aquele medo que incomoda e vai nos corroendo aos poucos como se ele estivesse sempre a espreita pra nos atacar. O medo de acontecer algo ruim com quem amamos é o pior de todos, a gente chega até a preferir que aconteça algo com a gente do que com aqueles que amamos tanto como mãe, pai, filhos, afilhados e quando vemos que tudo está bem nos sentimos bem aliviados, só que nunca sabemos até quando isso vai estar bem, e esse é o modo que corrói e nos maltrato no dia a dia.
O medo de tudo. Nós seres humanos ainda vamos conviver com nossos medos durante muito tempo até que um dia quando estivermos bem evoluídos isso não seja mais preciso, mas até esse momento chegar teremos que conviver com esse aperto no coração o tempo todo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Alô, Laerçon. Acho que você nem se lembra mais de mim. Sou o João Batista dos Santos, do Jornal Leco, do Surucucu Zine, que eu publicava há mais de dez anos. Publiquei um desenho, com uma piada sua, no Surucucu. Parabéns pelo blog. Agora não escrevo mais poemas, só contos, no Recanto das Letras. Abraços. João.

A Wild Garden disse...

Laerçon, querido, valeu a visita! Tem que eliminar o blog antigo e inserir este:

vidavegetando.blogspot.com

é que mudei pelas velhas hackeações de sempre!

Beijo!

Laerçon Blues Man disse...

Obrigado pelas visitas meus amigos.