Translate

terça-feira, 20 de maio de 2014

Medo

As vezes sentimos vontade de fazer um monte de coisa, mas muitas vezes também não as fazemos pelo MEDO de errar. Sabemos que o medo é um mecanismo essencial de alto defesa, quem não tem medo esta completamente indefeso no mundo em que vivemos. Para que seja bem entendido o medo do qual falo não quer dizer covardia, medo é uma coisa, covardia é outra completamente diferente, o medo ao qual me refiro muitas vezes é em tomar certas decisões na vida, essas decisões se tomada quando não estamos com ninguém que seja prejudicado sempre será mais fácil de ser tomada, mas quando tem alguém do nosso convívio que tem a possibilidade de se dar mal em uma decisão que tonamos aí já vem o MEDO de toma-la. Tem aquela máxima que diz que quem arrisca mais acerta mais, mas também quem arrisca menos erra menos, tudo tem a sua proporcionalidade. As vezes nos sentimos "acovardados" por não termos tomados certas decisões antes, e ficamos viajando pensando como seria se aquela tal decisão desse certo, tudo fica perdido num mundo de hipóteses que as vezes nos irrita. As vezes vemos pessoas que tomaram algumas decisões sem medo e se deram bem e se nos pormos no lugar da pessoa  aí é que vem aquele sentimento de que o medo nos impediu de ter alguma coisa ou fazer alguma coisa, mas sabemos também que   muitas coisas  as vezes é bom para uma pessoa e não é para outra.
O sentimento de medo deve ser repensado um pouco, tudo bem que as vezes temos de nos arriscar em algo tentar alguma coisa diferente, tentar ao menos criar opões sem que isso faça nascer em nos algum sentimento de medo ou acovardamento. Vale também lembrarmos que levar uma vida vegetativa só fazendo o básico do básico não leva ninguém a lugar algum, quem não errar, não acertar não cair não levantar, não passar por alguma dificuldade na vida não tem historia para contar, e isso é muito triste e as vezes um sentimento pior do que o medo de tomar certas decisões.

Nenhum comentário: